Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

lavoura

Este blog é um espaço de debate e partilha de opiniões. Não te esqueças que o sustento do Homem provém da lavoura. Lança a semente, cultiva-a, ela te saciará...

lavoura

Este blog é um espaço de debate e partilha de opiniões. Não te esqueças que o sustento do Homem provém da lavoura. Lança a semente, cultiva-a, ela te saciará...

05.09.16

TARDE VAI O DIA

Rui Luzes Cabral

TARDE VAI O DIA

 

Tarde vai o dia

E na noite, a vida que se espraia

Lá longe a montanha

Nessa altivez sem tempo para o tempo

Lá longe a distância próxima de um sonho

Essa conquista que nos empurra sempre

Mas o sempre é efémero

E a tristeza existe

E a beleza resiste no mundo

Mas eu estou aqui

Andamos

Cansados ou frenéticos

Profundamente desprotegidos e ungidos

Ai que loucura esta aventura

Que nos foge por entre os dedos

Ledos

Gritos, sorrisos

Mãos que chegam e ficam para afagar

Que se perdem no desejo único de um momento

Mãos que se estendem à animalidade

Desesperos

Bramidos, luz de um dia lindo

E lá longe a montanha

E eu aqui nesta pequenez

E eu aqui nesta avidez

E eu aqui…

E eu aqui…

E eu aqui…

Quero esse mar imenso

Essa profundidade

Olhar no horizonte desde a areia que se faz ao esperar

No embater

Que se divide no beijo das ondas

Na música das gaivotas o peixe que salta

O Homem na faina

A procura

O alimento

A poesia que me satisfaz

E já é noite outra vez

Tarde vai o dia

Até um dia…

 

Rui Luzes Cabral

21 de Março 2016

No Dia Mundial da Poesia

23:32 horas

26.11.10

SILÊNCIO

José Miguel Araújo

SILÊNCIO

 

 

Deitado nos teus braços,
Espelhado em tristeza!
Relembro nas lembranças,
Mapa de incertezas.

 


Sonhos deslumbrados,
Plumas da ilusão,
São gestos desmembrados,
Unidos na paixão.

 


Efémeros os teus gostos,
Tão fortes em solidão!
Recordo com saudade,
Os sopros do coração.

 

 

JOSÉ MIGUEL ARAÚJO

26.11.10

SENTIDO...

José Miguel Araújo

SENTIDO

 

 

Reservo em mim…

Momentos de prazer,

Onde me sento na lembrança…

De nunca te esquecer!

 

 

Reservo em mim…

Reflexos de amor,

Outorgo loucuras,

Aromas e sabor!

 

 

Reservo em mim…

Espaços de ilusão,

Conquistas eternas,

Raízes da paixão!

 

 

JOSÉ MIGUEL ARAÚJO

03.11.10

VIVEM EM MIM...

José Miguel Araújo

Vivem em mim…

Momentos de ternura,

Suplícios de sensatez!

Desejos sem fim!

 

 

Vivem em mim,

Réplicas de orgulho!

Promessas de um muro…

Que construo, por fim!

 

 

Vivem em mim,

Almas felizes,

Sonhos partilhados,

Flores do meu jardim!

30.10.10

CERTEZA

José Miguel Araújo

Certo dos sentimentos,

Desperto as emoções…

Liberto os desejos,

Das promessas e omissões.

 

 

 

Certo do destino,

Procuro a essência do meu ser…

Profecias de um sonho,

Que me deixa viver.

 

 

 

Certo de quem sou,

Rejeito a dor,

Abraço a certeza….

Espelhado no amor.

 

14.07.10

O Tempo...

José Miguel Araújo

Tempo….

 

Percorrido o caminho…

Encontro o final,

Desejando não ter perdido!

Um sonho intemporal.

 

 

Reconheço que o tempo,

Não volta para trás….

E o que fica são as lembranças,

Tudo, o que recordarás!

 

 

Vai então,

Parte para outro lugar…

Sonha e ama,

Activa a chama,

Aprende a triunfar!

 

José Miguel Araújo

(Professor na Escola Profissional de Arqueologia)

25.03.10

JURA…

Rui Luzes Cabral

Jura que viverás eternamente…

Para poder beijar teu rosto rosado,

Vive, para viver fielmente,

Um amor apaixonado.

 

Jura que estarás sempre aqui…

Que nunca nos vais abandonar,

Pincelada no beijo da ternura,

Rezo, para nada nos separar.

 

Jura, que por nós tudo perdurará…

Que este amor nunca terá um final!

E que amar é o desejo,

Eterno e imortal.

 

José Miguel Araújo (Prof. na Escola Profissional de Arqueologia - Marco de Canavezes)
25.03.10

A Beleza…

Rui Luzes Cabral

As palavras de um sonhador…

São como rosas do olhar,

Como pedras preciosas!

Do fundo de um mar.

 

As palavras de um sonhador…

São como lágrimas de sofrimento,

Tristeza e dor!

Onde a alma habita em descontentamento.

 

As palavras de um sonhador…

São como estrelas do luar,

Brilhantes e longínquas!

Onde a vida, é o sonho para nunca acordar.

 

José Miguel Araújo (Prof. na Escola Profissional de Arqueologia - Marco de Canavezes)
19.03.10

Pai...

Rui Luzes Cabral

Pai, sei que a vida,

É a arma dos honestos,

Sementes de uma esperança…

Momentos de ternura!

Pai, a vida é o exemplo,

Daquilo que me ensinaste…

É a aventura de sonhar,

Partir, arriscar!

Pai, nada é certo…

Nem tudo é perene,

Mas o amor que partilhámos…

Em sonhos brandos,

Nunca arrefece!

 

José Miguel Araújo (Prof. na Escola Profissional de Arqueologia - Marco de Canavezes) - Para o Dia do Pai
07.03.10

Amiga…..

Rui Luzes Cabral

Amiga, foi o que eu pensei…

Quando te vi pela primeira vez!
Nesse teu olhar perdido,
Repleto de emoções.
Amiga, foi o que tentei
Mostrar quando me aproximei…
E te pedi,
Que me dissesses o que tinhas.
Amiga, foi o que observei…
Essa alegria de ter um vazio,
Uma esperança,
Num sonho ferido.
Amiga, foi o que encontrei,
Esse teu gesto sentido,
De alguém que embora perdido…
Eu conquistei!
 
José Miguel Araújo (Prof. na Escola Profissional de Arqueologia - Marco de Canavezes)

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Loureiro

Oliveira de Azeméis

Religião

Política

Europa

História & Património

Música

Diversos

Meteorologia

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D