Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Falta de Civismo

por Rui Luzes Cabral, em 23.08.06

Há poucos dias o loureiron-line deu conta de alguns locais em Loureiro onde o lixo é despejado de forma aleatória e às escondidas em pinhais e caminhos. As pessoas varrem o lixo “para debaixo do tapete” e “quem vier atrás que feche a porta”. Se as pessoas que fazem isto não procedem civicamente com as suas obrigações, alguém tem que as “educar” aos poucos. Cabe à Junta de Freguesia de Loureiro estudar uma forma para minimizar este problema.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:43

As rega do Milho

por Rui Luzes Cabral, em 05.08.06

Agosto. O milho necessita de água para permanecer vigoroso até Setembro. É das alturas do ano mais penosas para os agricultores loureirenses. Andar nos carreiros de milho a mudar canos e bicos, sob um calor abafado e muitas vezes insuportável, é, seguramente, muito trabalho para pouco dinheiro. Um abraço para todos os agricultores loureirenses.

 

Sérgio Cabral

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:46

Lembram-se?

por Rui Luzes Cabral, em 24.07.06

Ainda se lembram desta vista sobre a Igreja Matriz de S. João de Loureiro?

Não foi tirada há muitos anos (2003) mas já se encontra registada no nosso livro de memórias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:43

Dois Sacerdotes que tentam imitar Jesus Cristo

por Rui Luzes Cabral, em 18.07.06

 Padre António Couto (Esq.) e Padre António Tavares da Silva (Direita)

 

No passado domingo à tarde, dia 9 de Julho, na Igreja Matriz de Loureiro, o Padre António Tavares da Silva festejou as suas Bodas de Ouro Sacerdotais. Uma Celebração Eucarística muito rica que contou com a presença de mais de duas dezenas de padres, alguns seus colegas na Sociedade Missionária da Boa Nova como é caso do seu Superior-Geral, Padre António Couto e outros de paróquias Oliveirenses. Estiveram também presentes familiares, amigos e representantes das entidades oficiais.

Uma Vida de Missionário recheada, primeiro em Moçambique e agora no Brasil onde está há mais de 25 anos e para onde tenciona voltar. Para mais informações sobre esta comemoração consultar em

http://www.correiodeazemeis.pt/?op=artigo&sec=45c48cce2e2d7fbdea1afc51c7c6ad26&subsec=&id=31ab328e47c4ea3fe3015eb7eaa59af9

 

 

 

Também há pouco tempo (1 de Julho) mas na Vila de Avanca, o Padre António Valente de Matos, fundador do Movimento dos Convívio Fraternos e ainda seu director, comemorou também as suas Bodas de Ouro Sacerdotais. Foram centenas, os jovens Loureirenses que desde a década de sessenta foram participando nestes retiros espirituais que presentemente se realizam em todas as Dioceses Portuguesas e também noutros países, como é o caso de França, Moçambique, Brasil, etc. ... Há cerca de dez anos fundou também uma instituição para tratamento de toxicodependentes ligada ao movimento, transformando assim a sua vida numa constante entrega aos outros que merece aqui ser assinalada.

 

Padre António Valente de Matos

 

Um bem-haja e parabéns a estes dois seguidores de Cristo…

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:23

Etimologia de Lavoura

por Rui Luzes Cabral, em 21.06.06

LAVOURA provém do substantivo laboria (latim vulgar) que terá surgido do verbo laborare que significa trabalhar, esforçar-se, diligenciar. Não será o trabalho leve, mas o trabalho enquanto sofrimento que se experimenta para fazer alguma coisa. Era isso o que experimentavam aqueles que cultivavam a terra.

O labor está assim associado à terra. Por isso a lavoura é o acto de cultivar a terra.

Sabendo o amigo leitor, que Loureiro é uma terra de muita lavoura, este é um terreno fértil de que dispõem todos os loureirenses para a "cultura" das suas ideias e opiniões. Que haja muitas sementeiras e plantações.

 

Labor omnia vincit improbus (Virgílio)

 

Sérgio Cabral

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:45

Nasceu o Lavoura

por Rui Luzes Cabral, em 19.06.06

Este blog é um espaço de debate e partilha sobre a Freguesia de Loureiro. Não te esqueças que o sustento do Homem provém da lavoura. Lança a semente, cultiva-a, ela te saciará. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:20


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.