Este blog é um espaço de debate e partilha de opiniões. Não te esqueças que o sustento do Homem provém da lavoura. Lança a semente, cultiva-a, ela te saciará...

25
Set 08

Numa altura em que os casais heterossexuais optam cada vez mais, por simplesmente se juntarem numa vida a dois, sem precisarem de assinar papéis no registo civil ou no cartório paroquial, andam os homossexuais a lutar pelo “casamento oficial”. Andam, pelos vistos em contra ciclo.

 
E quando o país anda preocupado com os verdadeiros temas fracturantes (fracturam a vida ao pessoal) para as pessoas como o desemprego, a precariedade no emprego, a insegurança, o preço elevado dos combustíveis, as listas de espera na saúde ou a crise financeira, anda a Juventude Socialista, o Bloco de Esquerda e Os Verdes entretidos nos casamentos entre pessoas do mesmo sexo, convencidos que, neste momento é um assunto prioritário e essencial para os portugueses.
 
Tudo poderá ser tendencialmente importante (dependendo do ponto de vista de quem vê), mas não acredito que a sociedade portuguesa, no seu geral, ande preocupada com isto neste momento. E depois, ninguém actualmente, impede ninguém de viver ou namorar com quem quer que seja.
publicado por Rui Luzes Cabral às 00:42

O problema é que ainda têm quem os oiça. O melhor é ignorar, já que não é situação "urgente" nem pertinente para os dias de hoje. Os p-essezinhos ( JS ), que são essencialmente gente que nunca trabalhou, é normal que não se preocupem com os problemas reais do emprego e perda de poder aquisitivo de quem dele "vive", é deixa-los falar. Os outros, "verde" e bloquistas , são as suas bandeiras, nunca se preocuparam com mais nada, senão com fumos (de chaminés e não só), abortos e enfim... com estes, para não ser indelicado.
Fernando Silva a 25 de Setembro de 2008 às 15:44

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

14
15
17
18
19
20

22
24

29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
links
blogs SAPO