Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

lavoura

Este blog é um espaço de debate e partilha de opiniões. Não te esqueças que o sustento do Homem provém da lavoura. Lança a semente, cultiva-a, ela te saciará...

lavoura

Este blog é um espaço de debate e partilha de opiniões. Não te esqueças que o sustento do Homem provém da lavoura. Lança a semente, cultiva-a, ela te saciará...

25.03.10

José Miguel Araújo, novo lavrador deste blog

Rui Luzes Cabral

 

A partir de hoje, José Miguel Araújo (professor na EPA - Escola Profissional de Arqueologia, no Marco de Canavezes), natural de Vila Nova de Gaia (Oliveira do Douro), agora a residir em Felgueiras, vai passar a semear neste espaço. Já tenho publicado alguns poemas de sua autoria mas a partir de agora, pode contribuir para o enriquecimento desta cultura. Espero que as suas sementes cresçam em terra fértil.

25.03.10

JURA…

Rui Luzes Cabral

Jura que viverás eternamente…

Para poder beijar teu rosto rosado,

Vive, para viver fielmente,

Um amor apaixonado.

 

Jura que estarás sempre aqui…

Que nunca nos vais abandonar,

Pincelada no beijo da ternura,

Rezo, para nada nos separar.

 

Jura, que por nós tudo perdurará…

Que este amor nunca terá um final!

E que amar é o desejo,

Eterno e imortal.

 

José Miguel Araújo (Prof. na Escola Profissional de Arqueologia - Marco de Canavezes)
25.03.10

A Beleza…

Rui Luzes Cabral

As palavras de um sonhador…

São como rosas do olhar,

Como pedras preciosas!

Do fundo de um mar.

 

As palavras de um sonhador…

São como lágrimas de sofrimento,

Tristeza e dor!

Onde a alma habita em descontentamento.

 

As palavras de um sonhador…

São como estrelas do luar,

Brilhantes e longínquas!

Onde a vida, é o sonho para nunca acordar.

 

José Miguel Araújo (Prof. na Escola Profissional de Arqueologia - Marco de Canavezes)
19.03.10

Pai...

Rui Luzes Cabral

Pai, sei que a vida,

É a arma dos honestos,

Sementes de uma esperança…

Momentos de ternura!

Pai, a vida é o exemplo,

Daquilo que me ensinaste…

É a aventura de sonhar,

Partir, arriscar!

Pai, nada é certo…

Nem tudo é perene,

Mas o amor que partilhámos…

Em sonhos brandos,

Nunca arrefece!

 

José Miguel Araújo (Prof. na Escola Profissional de Arqueologia - Marco de Canavezes) - Para o Dia do Pai
17.03.10

Concerto Banda de música de Loureiro

António Silva

No próximo sábado dia 20 de Março, no Cine Teatro Caracas, pelas 21h30, A Banda de Música de Loureiro em colaboração com a Academia de dança Meia-Ponta, irá apresentar um concerto intitulado "Cá da Terra".
Os temas apresentados são maioritariamente do cancioneiro popular de Portugal.
Vai ser um excelente espectaculo de música, dança, canto e representação.
Aparece e tem uma noite cultural diferente!

15.03.10

3 R´s do ambiente

António Silva

 

Em vésperas do grande dia "limpa Loureiro, limpa Portugal", será bom relembrar os 3R´s que são o credo de qualquer ambientalista respeitador da natureza. os RRR devem ser aplicados pela ordem que a seguir está indicada. Muitas vezes as pessoas esquecem os dois primeiros e só dão importância ao terceiro, mas esse só vem em terceiro lugar!
 
Reduzir (redução do lixo produzido)
Reutilizar (voltar a utilizar, como por exemplo embalagens ou garrafas)
Reciclar (os resíduos que são inevitáveis produzir e que já não é possível reutilizar devem ser convenientemente separados e reciclados)
07.03.10

Amiga…..

Rui Luzes Cabral

Amiga, foi o que eu pensei…

Quando te vi pela primeira vez!
Nesse teu olhar perdido,
Repleto de emoções.
Amiga, foi o que tentei
Mostrar quando me aproximei…
E te pedi,
Que me dissesses o que tinhas.
Amiga, foi o que observei…
Essa alegria de ter um vazio,
Uma esperança,
Num sonho ferido.
Amiga, foi o que encontrei,
Esse teu gesto sentido,
De alguém que embora perdido…
Eu conquistei!
 
José Miguel Araújo (Prof. na Escola Profissional de Arqueologia - Marco de Canavezes)

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Loureiro

Oliveira de Azeméis

Religião

Política

Europa

História & Património

Música

Diversos

Meteorologia

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D