Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

lavoura

Este blog é um espaço de debate e partilha de opiniões. Não te esqueças que o sustento do Homem provém da lavoura. Lança a semente, cultiva-a, ela te saciará...

lavoura

Este blog é um espaço de debate e partilha de opiniões. Não te esqueças que o sustento do Homem provém da lavoura. Lança a semente, cultiva-a, ela te saciará...

31.10.07

Dia das Bruxas ou de Halloween

Rui Luzes Cabral

 

Hoje é o Dia das Bruxas ou de Halloween como para aí se diz e se constata. E de acordo com o Wikipédia “o Dia das Bruxas (Halloween é o nome original na língua inglesa) é um evento de cariz tradicional e cultural, que ocorre nos países anglo-saxónicos, com especial relevância nos Estados Unidos, Canadá, Irlanda e Reino Unido, tendo como base e origem as celebrações pagãs dos antigos povos celtas.”

Não sei se foi o marketing americano a divulgar ou a impingir a tradição ou se foram as nossas professoras de Inglês que quiseram ter um dia em que pudessem fazer actividades com os seus alunos, o que é certo é que essa moléstia pegou e anda por aí. Vieram alguns bater-me esta noite à porta, lançando a frase – doçura ou travessura?

 

Compreendo a malta e até os recebo bem, obviamente, mas detesto esta tradição importada e só tenho pena que não se faça tudo para dignificarmos mais as nossas. Daqui a uns anos serão os meus filhos a quererem andar na palhaçada com as cabaças, embora eu prefira as desfolhadas com caldo verde ou se calhar para essa altura, as silagens à moda antiga.

 

Nota: Imagem retirada do Site www.history.com

 

30.10.07

Início do Ciclo de Teatro do TAL

Rui Luzes Cabral

 

Foto da primeira peça a subir a palco no XV Ciclo de Teatro do TAL. O Grupo Mérito Dramático Avintense, com "Filho És, Pai Serás" (Drama) numa abordagem mais clássica do texto e da encenação deixou satisfeitos a maior parte daqueles que encheram o Auditório da Junta de Freguesia de Loureiro no passado Sábado à noite. Este Sábado apareça novamente que há mais teatro, desta vez uma comédia.

27.10.07

PORQUE

Rui Luzes Cabral

Porque os outros se mascaram mas tu não

Porque os outros usam a virtude

Para comprar o que não tem perdão.

Porque os outros têm medo mas tu não.

 

Porque os outros são túmulos caiados

Onde germina calada a podridão.

Porque os outros se calam mas tu não.

 

Porque os outros se compram e se vendem

E os seus gestos dão sempre dividendo.

Porque os outros são hábeis mas tu não.

 

Porque os outros vão à sombra dos abrigos

E tu vais de mãos dadas com os perigos.

Porque os outros calculam mas tu não.

 

Sophia de Mello Breyner Andressen

 

23.10.07

XV CICLO DE TEATRO DO TAL

Rui Luzes Cabral

 

Vai arrancar mais uma edição do Ciclo de Teatro do TAL, a realizar na Vila de Loureiro. O Teatro Amador de Loureiro, organizador do evento dá seguimento a uma tradição já bastante enraizada no panorama cultural loureirense. Este ano o ciclo tem inicio já no próximo Sábado, dia 27 de Outubro no Auditório da Junta de Freguesia de Loureiro, às 21:45 horas e prolongar-se-á até ao dia 17 de Novembro.

 

● 27 de Outubro - Grupo Mérito Dramático Avintense- com "Filho És, Pai Serás" (Drama)
- 03 de Novembro - Grupo de Teatro Amador Camiliano- com "Patologia do Casamento" (Comédia)
10 de Novembro - Companhia Teatral de Ramalde- com "A Pátria das Camélias" (Farsa Ligeira)
17 de Novembro - Teatro Experimental Intervenção de Alvarim- com "Não se Paga! Não se Paga!..” (Comédia)

 

Estão convidados todos os Loureirenses a participarem neste que é o festival de teatro mais regular e antigo do concelho.

 

18.10.07

18 de Outubro de 2006

Rui Luzes Cabral

Meteorologicamente falando não é que seja uma data que tenha deixado boas recordações na vila de Loureiro, no entanto é sempre bom termos a consciência de que a natureza é muito mais forte que nós. E nesta altura em que Al Gore ganhou o Nobel da paz, juntamente com um organismo da ONU pela defesa do meio ambiente e em alerta pelas causas que o têm degradado nas últimas décadas, aqui fica a lembrança. Reveja ou veja as imagens.

18.10.07

Uma boa atitude

Rui Luzes Cabral

Depois de ser recebido pela chanceler alemã Ângela Merkel, o Dalai Lama foi esta semana recebido por George W. Bush e recebeu a mais alta distinção civil do congresso norte-americano, ou seja, a medalha de ouro.

Nunca foi admirador da actual administração norte-americana mas neste caso dou os meus parabéns à atitude, que simbolicamente é importante para a causa tibetana.

Já aqui tinha mostrado desagrado para com a forma como este Nobel da paz foi recebido em Portugal e volto novamente a dar nota do facto por considerar que os nossos governantes foram mesmo muito medrosos e até mesmo subservientes.

13.10.07

Cooperativa Eléctrica de Loureiro na Net

Rui Luzes Cabral

Como é do conhecimento de todos, as ultimas eleições para a Cooperativa Eléctrica de Loureiro, em Março deste ano, foram um pouco traumáticas para alguns e deixaram até algumas feridas. Resquícios dos maus perdedores e dos maus ganhadores pois de ambos os lados da barricada há sempre quem teime em prolongar o que por natureza deve terminar na contagem dos votos. Por mim, que dei o meu contributo sendo elemento de uma das listas candidatas (a perdedora), tudo nesse dia se consumou. Foi a “festa da democracia”, para utilizar uma expressão há dias referida por José Sócrates.

 

Apesar de alguns excessos, que sempre acontecem nestas disputas eleitorais, foi melhor assim do que a “pasmaceira” que eram os plebiscitos anteriores de entronização do líder. Nunca havia oposição formal, talvez porque não era convidada por carta ou porque simplesmente não ousava colocar as suas ideias e o seu tempo livre ao serviço de uma grande instituição loureirense.

 

O que aconteceu foi globalmente positivo porque injectou mais brio, mais organização, mais preocupação em mostrar trabalho por parte da lista vencedora e que agora governa. Isso tem-se feito sentir em algumas medidas já tomadas ou em vias de serem realizadas. Saliento aqui de forma particular a capacidade que os elementos mais jovens vieram trazer à actual direcção da instituição. Afinal “Deus escreve direito por linhas tortas”…

 

E é mesmo isso de que vos venho hoje aqui dar nota. De uma das faces visíveis desse trabalho que está a ser realizado, ou seja, o lançamento da primeira página na Internet da cooperativa (www.celoureiro.com), onde podemos aceder a diversas informações e ficarmos ao corrente das actividades que estão a decorrer. Continuação de bom trabalho.

 

06.10.07

O sentido de humor de Deus

Rui Luzes Cabral

Uma senhora de meia-idade teve um ataque de coração e foi parar ao hospital. Na mesa de operações, quase às portas da morte, vê Deus e pergunta:
- Já está na minha altura?
Deus responde:
- Ainda não. Tens mais 43 anos, 2 meses e 8 dias de vida.

Depois de recuperar, a senhora decide ficar no Hospital e fazer uma
lipoaspiração, algumas cirurgias plásticas, um facelift,... Como tinha
ainda alguns anos de vida, achou que poderia ficar ainda bonita e
gozar o resto dos seus dias. Quando saiu do Hospital, ao atravessar a
rua, foi atropelada por uma ambulância e morreu.

A senhora, furiosa, ao encontrar-se com Deus, pergunta-lhe:
- Então eu não tinha mais 40 anos de vida? Porque que é que não me desviastes do caminho da ambulância?

Deus responde:
- Ah! Eras tu? Nem te Conheci!!!

(Anedota recebida por email - autoria desconhecida)

01.10.07

Assembleia de Freguesia de Loureiro

Rui Luzes Cabral

Conforme convocatória, vai realizar-se uma Assembleia de Freguesia de Loureiro, para uma reunião ordinária, no próximo dia 02 de Outubro (Terça-Feira), pelas 21:30 horas, no Salão da Junta de Freguesia de Loureiro, com a seguinte Ordem de Trabalhos:

1 - Período Antes da Ordem do Dia - Assuntos gerais de interesse para a freguesia;

2 - Alteração ao Orçamento e Plano Plurianual de Investimentos (PPI) de 2007;

3 - Período de intervenção do público.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Loureiro

Oliveira de Azeméis

Religião

Política

Europa

História & Património

Música

Diversos

Meteorologia

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D