Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"É a repetição que seca a inspiração"

por Rui Luzes Cabral, em 05.09.10

"O perigo mais grave, talvez, que temos de enfrentar na vida é o dia-a-dia. É a rotina que esfria o coração. (...) É a repetição que seca a inspiração." Padre Alberto Azevedo (1926-2010).

COMENTÁRIO: Por isso, nada melhor para a saúde da democracia e da política, haver mudanças de vez em quando. E, ainda há sítios onde isso tarda em acontecer. O povo nem sempre acompanha com a rapidez necessária as exigências da modernidade, do progresso sustentável e do respeito, que cada vez se exige com maior humanismo para todos.

Este padre de Braga, disse também em 1996 em entrevista ao Público que "Nunca se esqueçam de dizer isto no jornal: que a política é das coisas mais belas, mais nobres da vida, este pôr em questão, este quebrar os muros de silêncio entre as pessoas, a vida cívica, o participar."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:06



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.