Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

lavoura

Este blog é um espaço de debate e partilha de opiniões. Não te esqueças que o sustento do Homem provém da lavoura. Lança a semente, cultiva-a, ela te saciará...

lavoura

Este blog é um espaço de debate e partilha de opiniões. Não te esqueças que o sustento do Homem provém da lavoura. Lança a semente, cultiva-a, ela te saciará...

27.10.09

Pressão até à desistência da vida

Rui Luzes Cabral

Nos últimos 2 anos, os suicídios na France Telecom têm sido uma constante. Cerca de duas dezenas de pessoas não aguentaram a pressão que o posto de trabalho impôs e, presumo, em desespero de causa, desistiram de viver. Infelizmente em muitas empresas, mais as de grande dimensão, olham cada vez mais para os seus funcionários como “números”, como “peças” de uma grande engrenagem produtiva e esquecem o lado humano e específico de cada um.

 

No caso da France Telecom, o motivo que mais tem desgastado os funcionários é, ao que tudo indica, a tão actual e apregoada “mobilidade”. Com esta “mobilidade” forçada, os trabalhadores estão uns anos numa cidade, depois passam para outra, e para outra, sempre que o trabalho ou os lucros o exijam.
As raízes culturais e familiares diluem-se, a identidade pessoal de cada um esbate-se, a ansiedade aumenta, a solidão aparece, o desespero espreita, a morte aparece como fuga, infelizmente.
Não, não me peçam para caucionar tal modelo de sociedade. Que se lixe a economia, a produtividade e o lucro. Primeiro estão as pessoas, as pessoas saudáveis. Inventem-se sistemas económicos para servir as pessoas e não se sacrifiquem cada vez mais pessoas para servir o “mercado” e a economia.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Loureiro

Oliveira de Azeméis

Religião

Política

Europa

História & Património

Música

Diversos

Meteorologia

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D