Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

lavoura

Este blog é um espaço de debate e partilha de opiniões. Não te esqueças que o sustento do Homem provém da lavoura. Lança a semente, cultiva-a, ela te saciará...

lavoura

Este blog é um espaço de debate e partilha de opiniões. Não te esqueças que o sustento do Homem provém da lavoura. Lança a semente, cultiva-a, ela te saciará...

"Papa baptiza filho de mãe solteira e filha de casal casado pelo civil"

O Papa Francisco baptizou neste domingo, no Vaticano, o filho de uma mulher solteira e a filha de um casal casado apenas civilmente, durante uma cerimónia na Capela Sistina.

 

Perante uma plateia de mães, pais e 32 crianças, Francisco quis deixar toda a gente à vontade, mesmo sendo o cenário tão solene como a capela onde são eleitos os Papas. “Hoje o coro vai cantar, mas o coro mais belo é o das crianças. Algumas delas quererão chorar porque têm fome ou porque não estão confortáveis. Estejam à vontade, mamãs: se elas tiverem fome, dêem-lhes de comer, porque elas são as pessoas mais importantes aqui”. Numa entrevista em Dezembro, Francisco já tinha afirmado que as mães não deviam ter problemas em dar de mamar aos seus filhos durante as cerimónias papais.

 

Estes baptismos são uma tradição no Vaticano e são geralmente organizados na Capela Sistina para os filhos dos empregados locais, mas este ano o Papa Francisco fez questão de receber outros bebés. Foi assim que um casal de militares italianos, que tinham estado numa audiência geral do Papa há alguns meses e lhe pediram para baptizar a sua filha, Giulia, viram o seu pedido aceite. O facto de não serem casados pela Igreja não impediu Francisco de baptizar a sua filha.

 

Francisco também convidou uma mãe solteira que, abandonada pelo seu companheiro quando estava grávida, chegou a colocar a possibilidade de fazer um aborto. Depois de desistir da ideia, escreveu uma carta ao Papa Francisco, pedindo-lhe para baptizar o seu filho.

“Vocês têm o dever de transmitir a fé a estas crianças. É a herança mais bela que lhes poderão deixar”, disse o Papa.

 

Novos cardeais em Fevereiro

 

Também neste domingo, o Papa Francisco anunciou que num consistório que vai realizar-se em Fevereiro, serão nomeados 19 novos cardeais, incluindo 16 cardeais eleitores (com menos de 80 anos).

 

Entre os 16 novos eleitores, que em caso de concave serão chamados a escolher um novo Papa, quatro serão italianos, incluindo o novo secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, dois serão europeus (um alemão e um britânico), seis americanos (Argentina, Chile, Brasil, Haiti, Nicarágua e Canadá), dois africanos (Costa do Marfim e Burkina Faso) e dois asiáticos (Coreia do Sul e Filipinas). Portugal conta actualmente com dois cardeais eleitores (D. José da Cruz Policarpo e D. Manuel Monteiro de Castro). A partir de 22 de Fevereiro, o conclave será formado por 122 cardeais eleitores.

 

Texto e Foto - Jornal Público, 12 de Janeiro de 2014